Acredito que todas as mulheres africanas (e descendentes) gostam de turbantes. Muitas de nós temos o receio porque pode parecer extravagante ou porque não sabemos como conjugar ou até mesmo porque não sabemos colocar.

shutterstock_35512522

Apesar de usar poucas vezes, sempre gostei e não o fiz mais vezes pelas razões acima mencionadas. Mas para todas essas razões, hoje, a minha resposta é “ser ousada”…sem receio.

espiritu23-com

Fonte da fotografia: espiritu23.com

Devemos ser ousadas à nossa maneira, sendo nós próprias. Isso vai nos permitir adaptar a moda ou as tendências ao nosso próprio estilo e assim conjugamos o turbante como queremos. Sendo ousadas não haverá lugar para o receio da extravagância nem para o receio de não saber fazer um turbante, porque iremos ter a ousadia de querer aprender.

Este turbante que vos trago hoje foi feito pela estilista Ana Paula Varela. Uma mulher dos 7 (ou mais) ofícios: é blogger, estilista, empresária…uma mulher empreendedora, uma mulher com ousadia.

13406742_845119658954984_8123600338627313746_n

Ana Paula Varela

Este é um dos vários modelos da marca By Paula. Este modelo é fechado, facilita a colocação (principalmente para quem não tem experiência) e pode ser usado de diferentes formas. Para mais informações e como adquirir entrem aqui.

Vejam as fotos e deixem a vossa opinião.

img_5264 img_5259 img_5260 img_5272 img_5270 img_5286

img_5291 img_5289 img_5309 img_5318 img_5375 img_5339 img_5331

img_5387

Vestido: Shop One | Mala: Zara | Sandálias: Leftis | Relógio: Bershka | Óculos: Aldo| Fotografia: Liliana Lima

Love

Claudina