O 1º bloco de desfiles do 2º dia do MODAAFRICA 2017 foi dedicado à apresentação dos trabalhos dos young designers, jovens criadores africanos em ascensão.

ME-WE Paris – Coleção “Canopy” | Costa do Marfim

Mathilde Me-We, criadora da marca Mé-Wé Paris, apresentou uma colecção muito feminina e contemporânea.

Alfa Cante – Coleção “Afro-Asia” | Guine

Fashion Cante é a marca do estilista Alfa Cante, que apresentou a sua coleção Afro-Asia. Tal como o nome indica, uma mistura de padrões africanos com cortes asiáticos.

Bula – Coleção “Etnicidade” | Guiné

Lausiana Santos, estilista guineense, apresentou-nos uma coleção multicultural. Uma mistura de diferentes padrões com um design elegante e sofisticado.

Lubetina Mak – Colecção “Dreams and Memories” | Angola

A estilista angolana com uma coleção de alta costura, muito glamourosa.

Os desfiles continuaram cheios de glamour, criatividade, multiculturalidade com a apresentação dos designers internacionais.

Rogue Wave | Angola

Desde roupas de praia, day-by-day, after hour e cerimónia, a marca angolana Rogue Wave apresentou uma coleção pronto-a-vestir com um mix de modelos ocidentais com padrões típicos de angola.

BSB – Coleção “Funky Line” | Guiné

Podemos ver os padrões funky em toda a coleção apresentada por Braima Sori Ba, modelos clássicos com muita criatividade.

Ikilomba | Angola

Entre estampas tradicionais angolanas e tecidos ocidentais a estilista angolana, Irinia Diniz, apresentou uma colecção clássica porém moderna.

Omar Adelino – Coleção “I am Omar Adelino” | Moçambique

Modelos maioritariamente em preto, com acabamentos delicados e corte clássico fazem a coleção do estilista Omar Adelino.

Liz Ogumbo | Quénia

A som da sua belíssima voz a estilista queniana, Liz Ogumbo, apresentou uma coleção elegante, criativa, ousada e, podemos dizer, intemporal.

Vejam tudo sobre o primeiro dia do MODAAFRICA 2017 aqui.

Saibam mais sobre o MODAAFRICA aqui.

Love

Claudina